Daphne laureola: O Trovisco Relíquia da Peninha
20 Jul
Daphne laureola: O Trovisco Relíquia da Peninha
Partilhar

Crónicas de campo #1

O Daphne laureola comummente conhecido por trovisco foi recentemente reconhecido na parcela da Peninha do Parque Natural de Sintra-Cascais. Este arbusto anteriormente identificado na zona limítrofe da parcela encontra-se em expansão natural.

A espécie ocorre no sul e centro da Europa, estando associada a bosques de carvalhos e sobreiros fechados com algum ensombramento e humidade. Apesar da ampla distribuição internacional, em Portugal é uma raridade de momento apenas identificada na serra de Sintra e, nalgumas ilhas do arquipélago dos Açores e, por isso, classificada como criticamente em perigo a nível nacional.

O reconhecimento de um pequeno núcleo de regeneração espontânea na parcela da Peninha a par com outras espécies associadas ao carvalhal como a gilbardeira, o pilriteiro e, a urze-arbórea revelam o sucesso do modelo de gestão regular da área passados quase cinco anos de intervenções. O constante controlo de matos anteriormente homogéneos de silvado alternados com exóticas variadas começa a dar tempo e espaço a sucessões ecológicas com comunidades vegetais progressivamente mais complexas, diversas e ricas.

Daphne laureola: O Trovisco Relíquia da Peninha